Dólar mais alto ante as mais recentes tensões comerciais

O dólar sobe ante o mais recente episódio das tensões comerciais entre os Estados Unidos e a China.

O Dólar esteve mais alto frente a seus similares na sexta-feira encontrado suporte uma vez que o mais recente round da disputa comercial entre os EUA e a China diminuiu o apetite de risco dos investidores, com o enfraquecimento nas moedas dos mercados emergentes ajudando também a apoiar o dólar.

O índice dólar dos EUA, que que monitora a força do dólar frente à uma cesta de outras seis principais moedas, estava um pouco mais alto em 94,748. O índice teve um empurrão para mais alto em cerca de 0,15% durante a noite, encerrando uma sequência de quatro dias de perda.

O dólar, que geralmente atrai apostas de refugio seguro em tempos de reviravoltas do mercado e tensões policias, teve o seu mais recente aumento de apoio enquanto os investidores esperavam pelo próximo round do fiasco comercial entre os EUA e a China.

De acordo com relatos, o presidente dos EUA, Donald Trump, está se preparando para começar rapidamente uma guerra comercial com a China e disse a assessores que ele está preparado para impor tarifas de mais US$ 200 bilhões sob as importações chinesas assim que um período público de comentários sobre o plano acabar na próxima semana.

“Há uma tendência em curso de comprar o dólar ante o assunto de tensão comercial, que tem afetado negativamente as moedas dos mercados emergentes e tem alimentado a subida do dólar “ declarou Junichi Ishikawa, que é o estrategista sênior de FX na IG Securities em Tóquio. “ O euro  também teve sucesso devido à exposição percebida da zona do euro às economias dos mercados emergentes. “

O euro estava mais baixo 0,1% à US$ 1,1662 após perder cerca de 0,3% durante a noite quando um aumento nos rendimento dos títulos do governo italiano colocou mais pressão na moeda.

O rendimento do título italiano saltou na quinta-feira em meio às preocupações de que os cortes tributários e os gastos com bem-estar propostos pela coalizão governante do país poderia piorar sua situação de endividamento. O spread do rendimento de títulos italianos/alemães atingiu seu mais alto nível desde 2013 como resultado.

A lira turca caiu pelo quinto dia, mais baixa 1,5% à 6,7495 Por dólar e recuando para uma baixa recorde de 7,24 Por dólar atingida em 13 de agosto.

“ É um pouco exagerado atribuir todos os problemas do euro à turbulência nas moedas dos mercados emergentes, como a lira turca e o peso argentino,” declarou Daisuke Karakama , que é o economista chefe de mercado no Mizuho Bank. “Que disse, a previsão para moedas emergentes permanece sombria de modo geral e continuará a atrair a aversão ao risco. E o Euro não é uma moeda que o mercado gire em volta em tempos de “se afastar do risco,” explicou Karakama.

O peso da Argentina caiu cerca de um quinto do seu valor na quinta-feira e caiu para uma baixa recorde em relação ao dólar.

O peso caiu uma vez que a fé dos investidores na habilidade do presidente Maurício para resolver a crise econômica do país desapareceu.  Um grande pico na taxa de juros do Banco Central da Argentina pouco fez para impedir a queda livre do peso.

O Rand da África do Sul caiu 0,35% para 14,76 Por dólar após retração de mais de 2% na negociação durante a noite.

O yuan da China estava cerca de 0,15% mais firme na negociação onshore em 6,8344 Por dólar após perder 0,35% durante o dia anterior.

Enquanto isto, o iene japonês permaneceu praticamente inalterado em 111,000 . O iene, outro considerado refugio seguro juntamente com o dólar e o franco suíço ganhou 0,6% na quinta-feira.

Deixe uma resposta

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: