Ações Asiáticas Caem Enquanto Fed Eleva Taxas

Ações Asiáticas Caem Após o Fed Elevas As Taxas Para 2% e As Preocupações Sobre A Economia Chinesa Fraca e As Tensões Comercias Entre Os Estados Unidos e A China.

As ações asiáticas ficaram mais baixas na quinta-feira, após a decisão de subida da taxa do Federal Reserve e previsões sobre um aumento na sua principal taxa de juros a um ritmo ligeiramente mais rápido este ano, enquanto uma economia chinesa lenta e as tensões comerciais entre os EUA e a China atingem também o sentimento do investidor.

O índice mais amplo do MSCI das ações da Ásia Pacífico fora do Japão estava em baixa em 1,04% para US$ 564,88 com o KOSPI da Coréia do Sul caindo em 1,8% para ₩2.423,48 e o Taiwan Weighted perdendo 1,4% para NT$ 11.013,98

O Nikkei 225 do Japão acumulou 0,9% para ¥22.744,00 enquanto o índice TOPIX mais amplo caiu em 0,9% para ¥1.783,89

O S&P/ASX 200 da Austrália perdeu 0,1% para A$6.016,60.

Fed Eleva Taxas, Indica Mais Dois Aumentos Este Ano

O Fed elevou sua taxa de referência de curto prazo um quarto de ponto percentual de 1,75% para 2% na quarta-feira, conforme esperado, e sinalizou mais dois aumentos este ano, conforme as autoridades viram forte crescimento econômico dos EUA.

O comitê afirmou que a economia tem expandido à uma taxa sólida, visto que a taxa de desemprego vem encolhendo e os gasto familiares melhorando.

Considerando estes fatores, os formuladores de política do Fed disseram que duas subidas adicionais das taxas de juros parecem ser apropriadas, o que traz para 2018 um total de quatro aumentos. A mais recente decisão do banco central foi a segunda este ano após ter aumentado pela primeira vez em março.

A confiança do Fed sobre a condição econômica dos EUA poderá significar custos de empréstimos mais altos para automóveis, hipotecas de casas e cartões de crédito durante o próximo ano, uma vez que o banco espera acelerar o ritmo de aumentos futuros.

Ações da China Caem Após Dados Econômicos Fracos

As ações chinesas caíram também na quinta-feira após o ímpeto econômico da China ter apresentado sinais de desaceleração em maio e uma vez que os receios com uma guerra comercial deixaram os investidores nervosos.

O índice composto de Xangai caiu 0,1%, para CN¥ 3.044,16, enquanto o composto de Shenzhen caiu 0,5%, para CN ¥ 1.721,89.

O índice Hang Seng de Hong Kong encolheu 0,9 por cento, para HK $ 30.440,17.

Os pontos fracos dos estoques vieram depois que os dados do National Bureau of Statistics (NBS) mostraram que as vendas no varejo chinesas, o crescimento do investimento e a produção industrial desaceleraram no mês anterior.

As vendas no varejo obtiveram um aumento ano-a-ano de 8,5% em maio, o que não atingiu as expectativas dos economistas de 9,6%.

O crescimento geral do investimento em ativos também se tornou lento, subindo 6,1 por cento, em comparação com a previsão de 7 por cento.

A produção industrial cresceu para 6,8%, ficando ligeiramente abaixo da estimativa de 6,9%.

O economista Chnag Liu disse que o apoio ao crescimento da produção industrial da remoção dos controles de poluição do governo no final de março agora se desvaneceu, acrescentando que com os ventos contrários do crescimento mais lento do crédito, a expansão econômica pode continuar enfraquecendo no segundo semestre de 2018. .

O Banco Popular da China (PBC) também deixou sua taxa de juros inalterada em vez de seguir o Fed, com alguns economistas esperando que isso aliviasse suas exigências de taxa de reserva para os bancos do país.

As preocupações sobre os planos dos EUA de impor tarifas sobre bilhões de dólares em produtos chineses também restringiram o sentimento dos investidores.

O presidente dos EUA, Donald Trump, discutirá com seus principais assessores de comércio sobre a possibilidade de realizar 50 bilhões de dólares em tarifas sobre produtos chineses, depois que os dois países falharam em fazer frente a um acordo comercial.

Deixe uma resposta

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: